História

Como nasceu o Curso de Verão em Fortaleza?

O Curso de Verão na Terra do Sol é um projeto construído em mutirão e conta com a participação de pessoas e entidades que se colocam a serviço da formação popular em vista da transformação da sociedade, a partir da consciência crítica e de um engajamento criativo.
Visa animar, articular e organizar os agentes eclesiais e sociais da Região Nordeste, abrindo a participação a outras pessoas das demais Regiões do País.
Este Curso nasceu da necessidade de formação, eclesial e político-social, de cristãos já engajados e/ou movimentos populares, dispostos a refletir sua ação à luz da fé, ampliar seu conhecimento e melhorar sua prática.
É um curso ECUMÊNICO e acontece em MUTIRÃO.

Objetivos

Despertar, educar e capacitar lideranças comunitárias
Fortalecer a caminhada participativa e missionária das nossas Igrejas e Movimentos Populares
Reforçar o compromisso socio-político dos cristãos
Participar (colaborar) da construção de uma sociedade nova e da restauração da dignidade humana
Justificativa

Há tempo que se vem sentindo a necessidade de uma formação mais popular e ampla, para além das fronteiras das Igrejas, sobretudo a partir da Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2000, “Dignidade Humana e Paz”. Formação mais comum a todo o “Povo de Deus” que sofre, caminha e luta e quer ser forte na Fé, na Caridade e na Esperança, e acredita que o Reino de Deus já vai acontecendo na caminhada.
Já existem vários cursos por aí que visam mais ou menos os mesmos objetivos, mas a novidade do Curso de Verão na Terra do Sol consiste em alguns aspectos importantes: a metodologia participativa procura construir o Curso de Verão na Terra do Sol a partir de um grande mutirão que se explicita através das oficinas e do trabalho criativo (portanto já a preparação é uma grande escola de formação e de sensibilização); a amplitude do Curso de Verão na Terra do Sol que abrange o Nordeste brasileiro todo, favorecendo assim a troca de experiências mais diversificadas, dando assim uma visão de conjunto mais completa sobre a nossa realidade; o fato de ser, desde o início da sua estruturação, ecumênico.
Outro aspecto importante é que o Curso de Verão na Terra do Sol pretende manter-se em forma de mutirão: isto sensibiliza muitas pessoas e entidades para com a necessidade de contribuir à formação popular e barateia os custos, permitindo aos menos abastecidos participarem do mesmo, além de construir uma iniciativa sem depender do dinheiro que vem do estrangeiro.